Entrevista com Lilith Scarlett


A nossa entrevistada de hoje é essa loira que arrasa quarteirões, atriz pornô e miss brasileirinha, além de stripper e tequileira, Lilith Scarlett nos deu essa entrevista sem papas na língua.

Lilith Scarlett

Lilith, gostaria que você falasse pros nosso leitores, antes de entrar no ramo da indústria pornografia, como era a sua vida, o que você fazia?
Eu era casada, já trabalhei com vendas e em restaurante, minha vida não era agitada, mas sempre tive vontade de experimentar coisas novas, principalmente o ménage feminino, mas meu ex marido detestava a ideia, me separei dele e em 1 ano após o término comecei como acompanhante de luxo em São Paulo (capital) , onde realizei meu delicioso sonho do ménage, após 2 anos entrei para o pornô.

Esse seu nome artístico, teve alguma inspiração??
Sim, por gostar muito de ler, estudar religiões e mitologia, encontrei o nome Lilith em alguns relatos nos evangélicos apócrifos, e pesquisando, vi o quão esse nome simbolizava o principal em desejo, autonomia e que ela não se deixa governar. O Scarlett a inspiração veio do livro: The Scarlet Letter ou em português A Letra Escarlate, onde retrata que as mulheres que não seguiam os costumes em Salem (Inglaterra), eram marcadas com a letra A.

Lilith, Você já se apaixonou por algum cliente, ou se algum ja mexeu realmente contigo?
Não, nunca tive relacionamento amoroso com clientes, fiz sim amizades de sair para bater papo e apreciar um bom vinho.

Como foi a sua entrada no mundo pornográfico? Como descobriu isso e resolveu seguir esse ramo?
Foi através de uma atriz que conheci, ela me indicou e comecei a gravar no reality da Casa das Brasileirinhas, e já na primeira passagem ganhei o miss do mês.

Atriz pornô no Brasil ganha dinheiro suficiente pra se manter só com filmes?
Pelo que percebo não, até por que nenhuma trabalha só com o pornô, não que todas façam programas, algumas não fazem mesmo, porém trabalham em sites de chat pago, massagistas (massagem tântrica e relaxante), então se desse mesmo não teriam um 2° trabalho.

Lilith Scarlett

Em relação aos filmes, teve alguma cena digamos estranha pra você gravar e que ficou constrangida no início? E como foi a sua primeira vez no pornô?
Nenhuma fiquei constrangida, eu adoro gravar, mas quando comecei a gravar fetiche , tinha um pouco de medo de não sair perfeito, por que não tinha experiência nesse mundo, foi tudo de bom, a primeira cena foi um lesbo , e a segunda hetero com a mesma atriz da 1° cena , eles me deixaram bem à vontade.

Lilith, muitas atrizes falam que é possível gozar em cenas, já outras revelam que pela quantidade de pessoas no set de filmagens, isso atrapalha. E você já gozou em cenas?
Pra mim não é a quantidade de pessoas que atrapalham, e sim quando temos os minutos contados para cada posição, há produtores que são mais tranquilos quanto isso e nos deixam mais à vontade então dá para aproveitar sim e gozar, já gozei, inclusive tive meu primeiro squirt gravado.

No sexo (fora de set), quais suas posições preferidas, aquelas que você realmente se soltar?
Eu gosto de todas as posições, mas a que me faz gozar rápido é a cavalgada.

Ser acompanhante e atriz pornô ao mesmo tempo, faz com que as pessoas tenham um fetiche maior? Te procurem mais por isso?
Poucos me procuram para sair por causa do pornô, fãs e seguidores vem muito por causa do pornô, mas ser atriz também me afastou clientes que não gostam de filmes adultos.

Já que estamos falando de fetiche, qual ou quais são os fetiches da Lilith Scarlett?
O fetiche que me dá tesão e o facessiting (sentar na cara), e o lickass, já aconteceu de gozar também gravando, e ter que parar a gravação por que tinha gozado tão forte que o clitóris ficou sensível, o câmera que não deve ter gostado muito de ter que fazer uma pausa.

Lilith Scarlett

As cenas normalmente são feitas com caras dotados, mas no sexo do dia a dia, qual o tamanho ideal para você?
Isso é relativo e não é resposta clichê, não importa o tamanho, eu digo por mim, eu já fiz anal com pau pequeno que me machucou por que o cara não sabia fazer, e também com dotado que só senti prazer.

No sexo, vale tudo?
Vale tudo e vale experimentar tudo, desde que ambos estejam de acordo.

O que você não faria de forma alguma em cena?
No fetiche jamais gravaria como submissa, sou dome. No pornô? Esqueci o nome do ator, mas não gravaria pra enfiarem a mão na minha vagina nem no bumbum, e também não receberia xixi de ninguém na boca.

Você em casa faz uso de sex toys? Tem algum que é o seu preferido?
Tenho sim, meu sexy toys preferido é o vibrador da versão da série: Sex and City, uma delícia!

Bem Lilith como temos muitos filmes pornôs americanos com boas histórias, e o nosso site é justamente sobre essas legendas em pornô, o que você acha dessa idéia do site em legendar esses filmes pra todos acompanharem as histórias?
Essa pergunta me fez lembrar da música que o Renato Russo fala " sexo verbal ". Eu particularmente não vejo a história, passo direto, mas já quem goste eu acho bom sim ter a legenda para o pessoal seguir a ideia.

Pra finalizar essa entrevista gostaria que você deixasse um recado pros nossos leitores e pros admiradores do seu trabalho.
Obrigada a todas as pessoas que contribuíram para meu sucesso e para meu crescimento como pessoa. Sou o resultado da confiança e da força de cada um de vocês.

Lilith Scarlett